Frente de trabalho atua de forma preventiva, se o rio chegar a atingir a cota de 13,30 cm, as famílias desabrigadas serão levadas para aluguel social e caso necessite, outras serão abrigadas em hotéis.

O rio Juruá atingiu sua cota de transbordamento em 13 metros, chegando na manhã deste sábado, 28, a 13, 14 cm acima do seu nível. Diante desse cenário cerca de 5 mil famílias estão atingidas pela enchente do manancial.

As primeiras famílias a serem retiradas de suas residências ocorre quando rio atinge a média de 13,30 centímetros e serão encaminhadas para o aluguel social. Devido essa situação do coronavírus a prefeitura não montará, se necessário, abrigos improvisados no ginásio Alailton Negreiros. Todas as famílias serão mantidas em aluguéis sociais e, caso necessite, as outras irão para hotéis.

"A equipe de Defesa Civil Municipal está monitorando diariamente a situação da cheia do rio Juruá. Em decorrência do coronavírus, esse ano não será construído abrigos e todas as famílias retiradas de suas residências irão para o aluguel social ou até mesmo, hotéis, se for necessário. Nossa equipe está preparada para que possamos responder a altura da necessidade da população cruzeirense. ”, destacou o prefeito Ilderlei Cordeiro.

Data de publicação: 28/03/2020

Créditos: Assessoria de Comunicação

Créditos das Fotos: Ismael Medeiros

Compartilhe!