Estiveram presentes representantes da prefeitura de Cruzeiro do Sul, do IMAC, FUNAI, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Marinha e Aeronáutica.

O comandante da 17 Brigada do Exército, general Leal, esteve reunido nesta quinta, 25, com diversas instituições públicas do Juruá. O encontro no 61 BIS teve como tema a troca de colaboração institucional para intensificar as ações de vigilância nas fronteiras da região.

Estiveram presentes representantes da prefeitura de Cruzeiro do Sul, do IMAC, FUNAI, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Marinha e Aeronáutica. O general pediu a colaboração para se fazer ações conjuntas para inibir o tráfico de drogas e de armas e crimes ambientais nas fronteiras com o Peru. Por outro lado, ofereceu ajuda estratégica, logística e de inteligência do Exército para operações das instituições municipais, estaduais e federais.

“O Exército passou a ter força de polícia nas áreas fronteiriças. Como o Acre tem praticamente todo o seu território situado em fronteiras temos que incentivar a colaboração institucional. Isso passará para a sociedade uma maior sensação de segurança com a integração de esforços,” afirmou o general.

O coronel Coelho responsável pela parte operacional da 17 Brigada reforçou o espírito colaborativo entre as instituições.

“Existem demandas reprimidas as quais os nossos batalhões e destacamentos podem ajudar. Estamos nos colocando à disposição para oferecermos apoio logístico e de transporte para aumentarmos a presença das instituições públicas nas áreas de fronteiras. Assim como queremos contar com a expertise de funcionários dessas instituições para realizarmos as nossas operações”, ressaltou o coronel.

Nesta sexta, 26, o comandante da 17 Brigada, terá um encontro, em Rio Branco, com o governador Gladson Cameli. O assunto será também a troca de colaboração entre o Exército e o Estado.

Data de publicação: 25/04/2019

Compartilhe!