As palestras também serão promovidas no Corpo de Bombeiros e no 61° Batalhão de Infantaria de Selva (Bis).

No intuito de alertar e gerar conhecimento, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul deu início nesta terça-feira, 29, a uma série de palestras sobre doenças sexualmente transmissíveis. A primeira roda de conversa foi promovida no quartel da Polícia Militar.

Durante os encontros, os militares recebem informações de como diagnosticar, tratar e prevenir doenças, como sífilis, HIV, entre outras. As palestras também serão promovidas no Corpo de Bombeiros e no 61° Batalhão de Infantaria de Selva (Bis).

Segundo o major da PM, M Jorge, as palestras geram conhecimento à corporação. “É de extrema necessidade que os policiais militares adquiram esses conhecimentos visto que atuam com situações de riscos, insalubridade e diferentes tipos de pessoas. Portanto, é importante que possamos criar mecanismos de proteção, durante as ocorrências, e multiplicá-los”.

A população de Cruzeiro do Sul pode sanar dúvidas nas unidades básicas de saúde. Iago Castro, coordenador municipal de Infecção Sexualmente Transmissíveis (ISTs), explica a estratégia de atuação do órgão. “Temos realizado campanhas educativas e palestras públicas abertas à população. A ideia é que os militares sejam multiplicadores de informação”.

Ao contrário do que se pensa, muitas doenças sexualmente transmissíveis (DST) não são propagadas apenas pelo sexo, outros tipos de contato, como o beijo e o toque no local, também podem transmitir a enfermidade.

A intenção do poder público municipal, além de gerar conhecimento, é quebrar o preconceito a cerda dos portadores de DSTs, demonstrando que existe tratamento para as doenças e, para muitas, até mesmo cura.

Data de publicação: 29/01/2019

Créditos das Fotos: Ismael Medeiros

Compartilhe!