O evento contou com documentário sobre a história da capoeira, roda de capoeira no cais, Workshop com o mestre de capoeira Renato Maluco, além de batizado e troca de cordas dos capoeiristas.

A Lei Municipal de Incentivo a Cultura, executada pela Prefeitura de Cruzeiro do Sul, tem proporcionado a execução de inúmeros projetos no município. Neste final de semana, foram realizados durante três dias o Projeto ‘Ginga Capoeira Cruzeiro do Sul’. O evento contou com documentário sobre a história da capoeira, roda de capoeira no cais, Workshop com o mestre de capoeira Renato Maluco, além de batizado e troca de cordas dos capoeiristas.

 

O projeto foi executado pelo grupo Senzala, que teve como proponente a fazedora de cultura Edna Rosas. O mestre de capoeira Renato, falou a importância em realizar eventos como esses na cidade, através do incentivo recebido pela prefeitura. “Vim aqui para passar os meus conhecimentos que venho adquirindo ao longo da vida, nos trabalhos que faço para levar capoeira para dentro e para fora do Brasil. Para mim é uma grande honra estar aqui em Cruzeiro do Sul, onde tinha uma grande vontade de ajudar toda comunidade com meus conhecimentos, com a cultura e com o desenvolvimento da capoeira”, destacou o Mestre de capoeira Renato Lopes.

Media de 50 crianças e jovens participaram do batizado, na Escola Arthur Maia, no bairro do Formoso. O coordenador do Creas, Clerton Gaspar, enfatizou que eventos como esses ajudam nos trabalhos em prol desse público. “Tivemos a oportunidade de participar nesse final de semana de uma atividade extensa de capoeira, junto com o grupo senzala, com a participação do Mestre Renato Maluco, que veio de Nova York, para prestigiar nosso evento em Cruzeiro do Sul”, falou ele.

O Secretário Municipal de Cultura e Esporte, Aldemir Maciel, destacou a importância da Lei de Incentivo ao Esporte na realização de eventos como esses.

“Estiveram presentes não só os jovens e crianças envolvidos nesse evento, mas toda família de cada um deles. Foi um evento muito bonito. Hoje é Dia da Cultura, e nada mais simbólico, do que no mês da cultura realizar um evento de capoeira como esse que envolve patrimônio histórico, cultura, envolve música e dança. Enquanto Secretaria e também como artistas agradecemos o aumento dado pelo Prefeito no valor da Lei de Incentivo neste ano, que saiu de R$70 para R$100 mil”, falou o secretário.

Data de publicação: 05/11/2018

Compartilhe!