O Plano Diretor é um instrumento de desenvolvimento e ordenamento da expansão urbana. Prevista pelo Estatuto das Cidades, a revisão deve ser feita a cada 10 anos.

A equipe técnica da prefeitura que de Cruzeiro do Sul, coordenada pelo Tenente Coronel Alves, responsável por fazer a revisão do Plano Diretor do município, realizou duas audiências para apresentação das novas diretrizes que darão rumo ao desenvolvimento do da cidade.

A primeira Audiência aconteceu na terça-feira (05), na câmara municipal de vereadores, para que o poder legislativo possa tomar conhecimento daquilo que irão aprovar, tendo em vista que essas leis definem ações e medidas que deverão ser tomadas para assegurar o cumprimento das funções sociais da cidade considerando os territórios rurais e urbanos. Estavam presentes o coordenador do plano, Tenente Coronel Alves, equipe técnica, vereadores e o presidente da câmara municipal, Romário Tavares.

“O plano diretor já é uma lei aprovada em 2006, essa foi nossa primeira audiência de revisão, teremos outras plenárias, junto aos vereadores e sociedade, vamos debater, é importante que todos participem nos vamos ter outras plenárias junto aos vereadores, vamos analisar e votar de acordo com o que for melhor para nossa população”, disse o presidente.

A segunda audiência ocorreu na quarta-feira (06), no auditório da Associação Comercial aberta à participação de toda população e representantes de entidades públicas e civis interessados em discutir a revisão do Plano Diretor 2017. O encontro foi um momento em que a equipe técnica do Executivo pôde acolher sugestões dadas pelos participantes para melhoramento dos temas abordados no plano.

De acordo com o coordenador geral do Plano Diretor, Coronel Alves, a revisão da lei municipal se deu devido à necessidade do município.

“Por determinação do prefeito Ilderlei Cordeiro, estamos adequando à lei de acordo com a nova realidade do município, e projetando o desenvolvimento do município para os próximos 20 anos, com a previsão de revisão para daqui á 10 anos, então quero agradecer ao presidente da Câmara de Vereadores, todas as instituições e a sociedade civil e militar que participaram”, destacou o coordenador.

O Plano Diretor é um instrumento de desenvolvimento e ordenamento da expansão urbana. Prevista pelo Estatuto das Cidades, a revisão deve ser feita a cada 10 anos e conta com a participação da sociedade no debate dos temas: uso e ocupação do solo e infraestrutura; mobilidade urbana; habitação e regularização fundiária; meio ambiente; educação, esporte, lazer e segurança pública; e desenvolvimento social e saúde.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Data de publicação: 07/12/2017

Créditos: Assessoria de Comunicação

Créditos das Fotos: Ismael Medeiros

Compartilhe!