A capacitação visa aperfeiçoar os conhecimentos de agricultores e técnicos agrícolas, que já trabalham ou pretendem investir neste plantio.

Afim de fomentar a cultivo da pimenta do reino no município, e aumentar assim a renda do produtor rural, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul , em parceria com o Senar , Sebrae e Embrapa, iniciou nesta segunda-feira (20) o Curso ‘Tecnologia Gestão da Sustentabilidade no Cultivo da Pimenta do Reino’. A capacitação visa aperfeiçoar os conhecimentos de agricultores e técnicos agrícolas, que já trabalham ou pretendem investir neste plantio.

O curso está sendo ministrado pelo engenheiro agrônomo Carlos Satoshi, vindo do Pará. Segundo ele, serão abordados na capacitação desde o processo de viveiro até armazenamento, mostrando a forma de tratar as mudas, como o plantio é feito, os tratos culturais, a colheita, o armazenamento e a venda. A produtora rural Raimunda da Silva, da Comunidade Santa Bárbara, na BR-307, contou que vai iniciar a plantação da pimenta como forma de garantir uma renda extra. “Com o curso temos a oportunidade de aprender e colocar em prática para tirar uma renda. Eu já planto mandioca, mas com a pimenta do reino vai ajudar muito”, disse a agricultora.

De acordo com o secretário municipal de agricultura Genilson Maia, a capacitação tem o objetivo de fomentar a cultura da pimenta do reino para atender a demanda local. “O plantio da pimenta do reino já foi trabalhada pela Embrapa na década de 80, e por alguns motivos não foi para frente, e o prefeito Ilderlei Cordeiro fez questão de investir e nós estamos resgatando essa cultura para atender a demanda local”, falou o secretário.

Até o mês de dezembro, as capacitações se estendem para outras cadeias produtivas como o guaraná, café, cana de açúcar e banana. O prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, enfatizou que incentivar o produtor rural é umas das preocupações da gestão municipal. “Fizemos um levantamento no início do ano para saber quais as culturas prioritárias. Após essa avaliação começamos a identificar o produtor e capacitá-los, para que eles venham a investir em produtos que hoje vem de outros estados, atendendo assim a demanda local. Queremos agradecer a parceria do Senar, da Embrapa e o Sebrae, pois com essa capacitação todos saem ganhando, desde o produtor que se qualifica e terá uma renda extra, e a população em geral que terá um produto de qualidade e com preço mais acessível”, finalizou o prefeito.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Data de publicação: 20/11/2017

Créditos das Fotos: Ismael Medeiros

Compartilhe!