O II Festival da Farinha, que acontece de 27 a 30 de setembro

O prefeito Ilderlei Cordeiro e o Vice Zequinha Lima, acompanhado do Senador Gladson Cameli, estiveram na manhã desta segunda-feira (25) visitando  as instalações do local onde acontecerá o II Festival da Farinha, que acontece de 27 a 30 de setembro, na Praça do Centro Cultural. O evento faz parte da programação dos 113 anos do aniversário de Cruzeiro do Sul.

Segundo o secretário municipal de agricultura, Genilson Maia, a ideia da prefeitura é mostrar a realização de todo processo da farinha, durante as quatro noites do festival.

 “Escolhemos esse local que é aqui na namoradeira, situada na praça, um lugar bem localizado e o espaço é suficiente para instalar essa casa de farinha. As comunidades vão vir, cada dia vai ser uma, eles vão apresentar todo processo de fabricação da farinha, além da farinha estará disponível para fazer todo produto derivado da mandioca, esse é o nosso objetivo”, explicou.

O senador Gladson Cameli, que esteve visitando o local nesta manhã, parabenizou a prefeitura pela iniciativa, e já garantiu presença durante a festividade.

“Com certeza, não só eu como também vários prefeitos dos demais municípios do nosso estado vem prestigiar esse tão grande evento que é o festival da farinha, que é a marca aqui do Juruá e de  Cruzeiro do Sul. Parabéns ao prefeito, aos secretários, e a todos os funcionários que estão abraçando essa ideia e resgatando nossa cultura”, destacou o senador.

De acordo com o prefeito Ilderlei Cordeiro, a intenção da prefeitura é deixar o local como ponto permanente de produção e comercialização da farinha e dos demais derivados da mandioca.

“Tivemos essa preocupação de resgatar o Festival da Farinha, uma festa que remete ao principal produto que fomenta a economia da nossa cidade. Vai ser uma verdadeira festa para movimentar a cidade e os municípios vizinhos. A casa de farinha já está praticamente pronta, e nossa intenção é deixar ela aqui de forma permanente para que os produtores possam fazer a farinha aqui mesmo e comercializar não apenas no festival, mas que possa se tornar um ponto para os turistas e população conhecer a produção e ter acesso aos derivados da mandioca”, relatou o prefeito.

O evento é uma realização da Prefeitura de Cruzeiro do Sul e conta com apoio do Sebrae, Sudam, Banco da Amazônia, Caixa Economica Federal e Governo Federal.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Data de publicação: 25/09/2017

Créditos das Fotos: Ismael Medeiros

Compartilhe!