O objetivo do Seminário é divulgar e compartilhar experiências educacionais inclusivas dos alunos surdos do município de Cruzeiro do Sul.

Com o tema “Desenvolvendo Competências dos Limites às Potencialidades” a prefeitura de Cruzeiro do Sul através da Secretaria Municipal de Educação realizou o l Seminário em comemoração ao dia do surdo que é celebrado dia 26 de setembro. O objetivo do Seminário é divulgar e compartilhar experiências educacionais inclusivas dos alunos surdos do município de Cruzeiro do Sul.

Para Francisco Pereira, pai da aluna Larissa, que faz da educação especial, a linguagem de libras proporciona uma comunicação normal tanto em sala de aula quanto na sociedade em geral.

 “Agradeço a todos pela preocupação, pelo ensino, isso é muito bom, quero parabenizar a prefeitura por essa iniciativa de inclusão social, espero que a sociedade se una de um modo geral para que cada vez mais a inclusão de pessoas especiais aconteça”, agradeceu o pai.

A coordenadora do Seminário Tatiana de Oliveira explicou que são disponibilizados para atender os alunos surdos professores  do Atendimento Educacional Especializado (AEE) , além de mediadores e intérpretes, capacitados por uma equipe da Secretaria Municipal de Educação.

“Nossa intenção é chamar atenção da sociedade para essa minoria linguística, divulgando assim a língua de sinais, tendo em vista que o seminário é o fechamento de todas as atividades que foram realizadas nas escolas municipais, referente à semana em que se comemora o dia do surdo”, destacou.

A atividade contou com a parceria de instituições como Astileac, Funai, Ufac, Primeira Igreja Batista e Ministério Público. De acordo com o promotor Estadual da Infância Cleidione Souza, apesar das leis que já existem para garantir os direitos dos surdos, ainda há uma necessidade de debates sobre esse tema.

“São várias conquistas realizadas por essa comunidade no que tange ao passar dos anos, como a lei de diretrizes e base na educação e a lei nacional de educação, além da lei de libras que foi implantada em 2002 que traz mais acessibilidade, mas mesmo assim ainda há necessidade desse debate, para que essa comunidade seja inserida na sociedade ouvinte e nela como um todo para que criemos uma única sociedade inclusiva de fato”, disse o promotor.

O vice-prefeito                Zequinha Lima participou do evento e ressaltou a importância da inclusão de alunos especiais, através das ações realizadas pela Secretaria Municipal de Educação.

 “É a partir da inclusão dessas pessoas na escola e na sociedade que elas vão começar a se sentir importantes, e se comunicar com mais facilidade. O núcleo de apoio a inclusão da prefeitura de Cruzeiro do Sul tem procurado oferecer as condições necessárias para introduzir a nossa metodologia de ensino à educação especial, para que possamos cada dia melhorar a forma geral da nossa educação no município”, finalizou.

 

Assessoria de Comunicação

Fonte: Assessoria de Comunicação

Data de publicação: 26/09/2017

Créditos: Assessoria de Comunicação

Créditos das Fotos: Ismael Medeiros

Compartilhe!