A Secretária Municipal de Assistência Social, Keiliane Cordeiro, enfatizou a importância dos pais e professores ficarem atentos a mudanças nas crianças que possam levar a identificação de possíveis abusos.

Com o envolvimento de diversos estudantes e da rede de atendimento à crianças e adolescentes, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul encerrou nesta sexta-feira, 18 de maio, a Campanha Nacional de Enfrentamento a Violência e Exploração sexual Contra Crianças e Adolescentes, no Teatro dos Náuas. A atividade contou com apresentações culturais, palestras abordando o assunto, dentro outras ações. A Secretária Municipal de Assistência Social, Keiliane Cordeiro, enfatizou a importância dos pais e professores ficarem atentos a mudanças nas crianças que possam levar a identificação de possíveis abusos.

Durante toda semana, as equipes realizaram inúmeras ações nas escolas da cidade, abordando junto com os estudantes prevenção e orientações sobre o assunto. De acordo com a psicóloga Cíntia Sampaio, existe uma rede de proteção que atua de forma enérgica, com todos os órgãos de proteção.

“Essa campanha é importante para levar a informação para toda população, principalmente a escolar, para poder prevenir os casos de abuso, violência e exploração sexual que cada vez mais tem acontecido em Cruzeiro do Sul. Essa campanha já acontece há oito anos, mas este ano foi de uma forma muito mais especial, pois toda rede estava efetivamente envolvida”, enfatizou a psicóloga Cíntia Sampaio.

O coordenador do Creas, Clerton Souza, explicou que este é apenas o início de um longo trabalho realizado por todos os setores envolvidos.

“Estamos encerrando essas atividades com a participação das escolas e das instituições, mas na verdade é o início de uma nova trajetória falando sobre o combate a violência sexual contra crianças e adolescentes. Durante as palestras, na semana nacional identificamos pelo menos 15 casos identificados de violação de direitos, é então que começa todo trabalho”, destacou.

Data de publicação: 19/05/2018

Compartilhe!