O prefeito Ilderlei Cordeiro, acompanhado do vice-prefeito Zequinha Lima, abriu o evento e agradeceu a participação do público que fez questão de participar da audiência.

Com o objetivo de cumprir o compromisso de trabalhar com transparência e conhecer de perto os anseios e sugestões da população, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul realizou nesta quarta-feira (13), durante todo o dia, uma audiência Pública de Prestação de Contas de todas as ações desenvolvidas em 2017 e Planejamento para 2018. A atividade aconteceu no Centro Diocesano de Treinamento. O prefeito Ilderlei Cordeiro, acompanhado do vice-prefeito Zequinha Lima, abriu o evento e agradeceu a participação do público que fez questão de participar da audiência.

Todas as secretarias e coordenações do município apresentaram dados com as ações desenvolvidas pelos profissionais de cada pasta em prol da população ao longo do ano. Ao final de cada explanação, as pessoas que compareceram ao evento tiveram a oportunidade de sugerir novos trabalhos e projetos a serem executados nos próximos anos, assim como também expor suas críticas e mostrar o que pode mudar para melhorar o desempenho da gestão a partir dos próximos anos.

Todas as instituições governamentais, não governamentais, empresas públicas e privadas, jornalistas e toda população foi convidada para comparecer no evento, através dos meios de comunicação e das principais mídias sociais. 

O produtor rural Alzenízio Rocha, morador da Comunidade Mariana, foi um dos participantes do evento. Ele considerou que os investimentos na área rural foram bons, diante das dificuldades econômicas enfrentadas no país.  “Digo que está de parabéns, que mesmo com as dificuldades tivemos muitos produtores sendo atendidos com mecanização, tivemos cursos de cana de açúcar, de café, plantio de guaraná e acredito que 2017 foi positivo”, falou o produtor Alzenízio.

A representante do bairro Nossa Senhora das Graças, Socorro Queiroz, aproveitou o momento para fazer sugestões em prol da melhoria da população.

“Fiz várias sugestões dentro das especialidades de cada uma das secretarias. Entre elas pedi que fosse realizada uma feira comunitária, para que as pessoas que são beneficiárias do Bolsa Família possam produzir e vender seus produtos, sendo essa uma forma de ganhar uma renda extra, além de sugerir também a criação de um Parque Ecológico, onde as pessoas possam fazer caminhadas, e ter um local preservado dentro da natureza”, falou a líder comunitária.

O prefeito Ilderlei Cordeiro lamentou a ausência da sociedade no evento, e explicou que 2017 foi um ano muito difícil devido as reduções dos recursos federais.

 “Eu não sei se outras gestões fizeram, mas a nossa está fazendo. A minha gestão é com transparência, e quero que cada dia mais a população participe. Infelizmente hoje você conta quantas pessoas vieram aqui participar. Quero agradecer de coração a Imprensa, pois vocês são as pessoas mais cobradas, e esse é o momento de darem a resposta necessária para as pessoas que mandam mensagem e que fazem cobranças. Eu tenho falado que é muito fácil criticar, mas raramente vemos alguém dando sugestões. As pessoas tinham que vir aqui para saber o que fizemos em 2017, e que vamos continuar até o final do mandato, e o principal que é conhecer nossas condições financeiras. A maior reivindicação é na área de tapa buracos, e desde janeiro que nossa equipe da Secretaria de Obras realiza essa operação tapa buracos na nossa querida Cruzeiro do Sul, paramos somente em fevereiro durante a alagação, então muitos trabalhos estão sendo feitos, reconstruímos ruas, fizemos recapeamento durante todo o ano. O ano passado Cruzeiro do Sul recebeu R$142 milhões de arrecadação bruta, e este ano eu contava receber R$132 milhões, mas recebemos apenas R$125 milhões, quase R$15 milhões a menos que o ano passado. Nossa cidade tem mais de 30 mil unidades habitacionais, somente 11 mil são cadastradas para receber IPTU, o que daria mais de R$5 milhões de arrecadação, mas apenas 27% pagaram , o que deu apenas R$1,4 milhões, e isso não dá para tapar buracos, reconstruir ruas, construir calçadas. Na coleta de lixo investimos por mês aproximadamente R$400 mil, e o valor arrecadado na taxa que vem no seu IPTU para realizar essa ação é de apenas R$200 mil por ano, então estamos empregando por mês o dobro do valor recolhido anualmente. A população tem que contribuir, fazer sua parte, pagando seus impostos. Nosso compromisso é honrar cada centavo que esse povo tem investido. Para 2018 já temos a programação. Esse ano entramos em todos os bairros com tapa buracos, não deu para entrar em todas as ruas, mas em 2018 vamos dar continuidade para concluir a nossa programação. Só este ano investimos mais de R$3 milhões na saúde, além do que é obrigação. Na cultura não temos arrecadação e mesmo assim investimos mais de R$2,5 milhões. Na obra nossa arrecadação é mínima também. Na Agricultura investimos somente em cursos mais de R$300 mil reais. Estamos fazendo o possível com o pouco que arrecadamos”, relatou.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação

Data de publicação: 14/12/2017

Créditos das Fotos: Ismael Medeiros

Compartilhe!